segunda-feira, 14 de março de 2011

Ensaio acerca do entendimento de John Locke.

Ensaio acerca do entendimento. Livro II, cap. I. John Locke. Tradução Anoar Aiex.
1. Ideia é o objeto do pensamento. Todo homem tem consciência de que pensa, e que quando está pensando sua mente se ocupa de ideias. Por conseguinte, e indubitável que as mentes humanas tem varias ideias, expressas, entre outros, pelos termos brancura, dureza, doçura, pensamento, movimento, homem, elefante, exército, embriaguez. Disso decorre a primeira questão a ser investigada: como elas sao apreendidas? 
Consiste numa doutrina aceita que o ser primordial dos homens tern ideias inatas e caracteres originais estampados em sua mente. Já examinei, em linhas gerais, essa opinião, e suponho que o que foi dito no livro anterior será facilmente admitido quando tiver mostrado como o entendimento obtém todas as suas ideias" e por quais meios e graus elas podem penetrar na mente; com este fim solicitarei a cada urn recorrer a sua própria observação e experiência. 
 2. Todas as ideias dereivam da sensação e reflexão. Suponhamos, pois, que a mente é, como dissemos, um papel em branco, desprovida de todos os caracteres, sem nenhuma ideia; como ela será suprida? De onde lhe provem este vasto estoque, que a ativa e ilimitada fantasia do homem pintou nela com uma variedade quase infinita? De onde apreende todos os materiais da razão e do conhecimento? A isso respondo, numa palavra: da experiência. Todo o nosso conhecimento está nela fundado, e dela deriva fundamentalmente o próprio conhecimento. Empregada tanto nos objetos sensíveis externos como nas operações internas de nossas mentes, que são por nos mesmas percebidas e refletidas, nossa observação supre nossos entendimentos com todos os materiais do pensamento. Dessas duas fontes de conhecimento jorram todas as nossas ideias, ou as que possivelmente teremos. 

1 comentários:

dida disse...

amei este texto realmente nossos pensamentos são muito importante somos tudo que quisermos ser pelo menos no nosso pensamento...

Postar um comentário

Café Filosófico

Loading...
 

Filosofia Design by Insight © 2009